Desconexões médico-paciente

Médico é médico, paciente é paciente. Cada um tem seus pensamentos e comportamentos. Não se sobreponham às alegrias pelas suas condutas, mas dividam as tristezas com os pacientes. Ouvi na Faculdade de um Professor de Psicossomática. Creio que cada estudante assimilou a sua ...

Bioética e tempo de atendimento (Parte 2)

O médico reage profissionalmente a como se apresenta a pessoa do paciente, como se mostram sintomas e sinais de distintas captações e como se encadeiam os acontecimentos, quer na imaginação das hipóteses (diagnósticas, evolutivas pós-terapêutica), quer nas realidades consumadas.  Evidentemente, ...

Bioética e tempo de atendimento (Parte 1)

Sabe-se que a emoção tem razões que a própria razão ignora. É enunciado de aplicação crescente na relação médico-paciente contemporânea. Considerá-lo facilita interpretações sobre o processo de consentimento do paciente ao médico, o andamento de natureza humana que representa notável ...

Bioética e o sentido do tempo

Seis anos na Faculdade, alguns anos na Residência Médica, Pós-doc, Estágios, Cursos, etc… etc… É muito tempo quantitativo de formação médica dita de graduação e pós-graduação. São muitas fronteiras imaginárias do tempo qualitativo numa continuidade de ritos de passagem que ...

Bioética e bons fluidos

É vedado ao médico causar dano ao paciente, por ação ou omissão, caracterizável como imperícia, imprudência ou negligência é o Art. 1º do Código de Ética Médica vigente. Destaco a virtude da prudência, que é a precaução de selecionar métodos com melhores ...

Bioética, política e inferno

Por vezes, quero crer que a Bioética representa um recurso político a ser inserido no contexto de “Ciências Políticas” com o qual uma minoria orienta o comportamento moral da maioria. O contexto da política como ciência moral normativa, como meio ...